Industrias Mecánicas Welter S.A.

Atuadores Lineares

Atuador Linear Welact 100

Atuador Linear Welact 100

Este atuador, diferentemente dos anteriores, tem a possibilidade, associando-o ao controle correspondente, de retroalimentação da posição na que se a...

Consulte rapida Ver detalhes

Atuador Linear Welact 2, Welact 2P, W2H, W2PH, W2EH, W2PEH

Atuador Linear Welact 2, Welact 2P, W2H, W2PH, W2EH, W2PEH

Atuador compacto desenhado para movimentar cargas baixas e médias. Versão Welact 2H para cargas máximas de 125kg e na versão Welact 2PH para cargas má...

Consulte rapida Ver detalhes

Atuador Linear Welact 200 e Welact 200P

Atuador Linear Welact 200 e Welact 200P

Este atuador a diferença dos anteriores tem a possibilidade, associando-o ao controle correspondente, de retroalimentação da posição na que se acha o...

Consulte rapida Ver detalhes

Atuador Linear Welact 4, W 4M, W 4P, W 4PM, W4EH, W4PFMH, W4PPLC

Atuador Linear Welact 4, W 4M, W 4P, W 4PM, W4EH, W4PFMH, W4PPLC

Atuador compacto, projetado para mover cargas baixas e médias. Tem várias versões. Welact 4 para, no máximo, 125 kg e Welact 4P para, no máximo, 400 k...

Consulte rapida Ver detalhes

Atuador Linear Welact 40 FM RDE

Atuador Linear Welact 40 FM RDE

Os modelos que formam as famílias W40 RDE contam com as maiores forças e velocidades. Existem cinco velocidades e cinco forças. Possuem parafuso trape...

Consulte rapida Ver detalhes

Atuador Linear Welact 400F e 400F PLC

Atuador Linear Welact 400F e 400F PLC

Este atuador tem a possibilidade, associando-o ao controle correspondente, de retroalimentação da posição na qual se encontra o pistão com a utilizaçã...

Consulte rapida Ver detalhes

Atuador Linear Welact A10

Atuador Linear Welact A10

A família Welact A10 está desenhada para cargas relativamente leves, este incorpora desenhos de peças de famílias mais custosas como a Welact B10....

Consulte rapida Ver detalhes

Atuador Linear Welact B10 e Welact B10H

Atuador Linear Welact B10 e Welact B10H

Os modelos da família Welact 10 têm as maiores prestações de força e velocidades. Existem quatro velocidades e cinco forças. Possuem um parafuso de es...

Consulte rapida Ver detalhes

Atuador Linear Welact B10 RDE

Atuador Linear Welact B10 RDE

Modelos que pertencem à família Welact RDE B10 contam com os maiores benefícios em relação às forças e velocidades, quatro opções de velocidades e cin...

Consulte rapida Ver detalhes

Atuador Linear Welact L1

Atuador Linear Welact L1

Compacto, para cargas leves e médias. Atuador desenhado para trabalhar em local pequeno sem sacrificar potência nem confiança. Pode também trabalhar t...

Consulte rapida Ver detalhes

Atuador Linear Welact S1

Atuador Linear Welact S1

Compacto, para cargas leves Atuador compacto que pode trabalhar em zonas muito pequenas sem sacrificar potência ou confiança. Apto para trabalhar em ...

Consulte rapida Ver detalhes

Atuador Linear WLR1  WLH1 e WLM1

Atuador Linear WLR1 WLH1 e WLM1

Estes atuadores têm a vantagem sobre a versão WL1 de entregar uma leitura de forma absoluta na versão WLR1 e uma leitura relativa na versão WLH1 da po...

Consulte rapida Ver detalhes

Atuador Welact 300, W 300P, W 300 PF y W 300 PF PLC

Atuador Welact 300, W 300P, W 300 PF y W 300 PF PLC

Este atuador tem a possibilidade, associando-o ao controle correspondente, de retroalimentar a posição na qual se encontra o pistão. Disponível em 125...

Consulte rapida Ver detalhes

Atuador Welact 40, W 40F, W 40FM, W 40FMH, W 40FMHPLC

Atuador Welact 40, W 40F, W 40FM, W 40FMH, W 40FMHPLC

Os modelos que formam as famílias W40 contam com as maiores forças e velocidades. Existem cinco velocidades e cinco forças. Possuem parafuso de esfera...

Consulte rapida Ver detalhes

Acessórios de fixaçãoAtuadores Eléctricos RotativosAtuadores Lineares PlásticosMecanizados de precisiónProdutos EspeciaisSistemas de ControlePRODUCTOS > Atuadores Lineares

Guia Rápida para Instalar

1) No caso que o atuador se utilize para transformar um movimento retilíneo num movimento circular, é necessário que os suportes nos quais vai fixado o atuador (em ambos extremos do mesmo) estejam colocados em  forma coplanar (alinhados), isto é,  que as mesmas se achem num mesmo plano para evitar que quando o atuador se começa a estender possa virar livremente.

2) Da misma forma que em 1 (movimento retilíneo a circular) Cabe lembrar que a máxima eficiência do atuador é quando entre a haste do mesmo e o eixo a movimentar  há um ângulo de 90º , então, a situação ótima é que o movimento do atuador se realize centrado nos 90º, por ex. para um movimento de 40º convém 70º-90º-110º.

3) O peso a movimentar ou a força a vencer tem que estar centrada no eixo do atuador  para evitar pandeamentos e quebras prematuras.
>Ver Figura Nº 1

4) Ambos eixos ou pines que se colocam nas perfurações dos extremos do atuador (que servem de trava) têm que estar paralelos para evitar pandeamentos da haste da equipe.
>Ver Figura Nº 2

5) Os suportes dos atuadores deveriam ter forma de U para que a força esteja centrada no eixo   do atuador  para evitar pandeamentos.
>Ver Figura Nº 3

6) É importante que os diâmetros dos pinos que se colocam em ambos extremos do atuador  tenham uma folga suficiente para que lhe permitam ao atuador girar livremente e não se cravar quando o mesmo realiza um movimento retilíneo gerando na prancheta um movimento rotativo respeito do eixo de giro da mesma.

7) É importante que os suportes onde se toma o atuador tenham suficiente rigidez  para suportar o torque de arranque e de parada da equipe.
>Ver Figura Nº 4

8) É necessário que os pines que vão situados nas perfurações dos extremos dos atuadores estejam retificados ou com boa terminação de torno para evitar desgaste prematuro ou cravado do atuador.

9) É importante que  a força da equipe esteja sobredimensionada já que com os anos de uso os dispositivos que movimenta o atuador se vão endurecendo e lhe geram mais esforço ao mesmo.

10) Colocar no circuito de alimentação uma proteção térmica (Polyswitch). Para o dimensionamento elétrico do polyswitch ver seção particular da equipe a proteger.

11) É importante levar em conta que os atuadores Welact1 têm dois fins de carreira internos. Devido a que qualquer dispositivo a movimentar vai possuir dois topes mecânicos (um no ponto morto superior e outro no ponto morto inferior e que o atuador ao possuir dois fins de carreira que têm que ser calcados quando chega a um extremo ou ao outro (caso contrário se queima a equipe), resulta indispensável colocar um elemento elástico (por exemplo mola) que permita que o atuador chegue ao tope mecânico do dispositivo que está movimentando e possa seguir algo mais (por exemplo mais 1 Mm.) até calcar seu fim de carreira.

Desta maneira o dispositivo chega ao local requerido e o atuador fica detido porque calcou seu fim de carreira.

Figura Nº1
Figura Nº2
Figura Nº3
Figura Nº4
Descarregar Informacao

Industrias Mecánicas Welter S.A. +54 (0351) 4584440 / 4252
Ambrosio Funes 929 / 945 - Zona Industrial San Vicente - CP. 5006 - Córdoba Argentina

 

Siguiente
Enviando Enviando
ERROR
!
Exito
!
Confirmar
!